Notícias

COLEGAS SPARTAC/ALPHAVILLE

Atualizado em 09/09/2020

VIGILANTES SPARTAC/ALPHAVILLE: 

EMPRESA CONFIRMA AUTORIZAÇÃO PARA REPASSE DOS 88 MIL PELO ALPHA. MAS TEM SENÃO. VEJA:

Conforme previsto na Ata, a Spartac protocolou documento no MPT concordando com o repasse do saldo da fatura existente no Alphaville diretamente nas contas dos Vigilantes.

Mas a empresa fez algumas alterações na planilha e o Sindicato tem até o meio dia desta sexta para dá o seu “ok”.

O detalhe é que a empresa fez algumas alterações:

                – excluiu os colegas Ademario Lisboa e Moises Soriano, alegando que o juiz onde ela já fez os processos de consignação mandou depositar em juízo.

                – incluiu o colega Araildo Batista.

Precisamos da opinião do grupo. Falem conosco.

Sugerimos também aos colegas Ademario e Moisés que falem conosco, se possível, pessoalmente no Sindicato às 9h de amanhã, ou através do telefone 99617 9701, logo cedo, das 07 às 7h30.

Ademais, estamos atentos e seguindo o que falamos nas nossas conversas de ontem e hoje no Sindicato.

O momento é de UNIÃO E LUTA CONTRA O CALOTE!

AUDIÊNCIA  NO MPT-MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

Na audiência do dia 20/08/2020,no Ministério Público do Trabalho – MPT participaram o Sindvigilantes/BA, a Spartac e a Associação Alphaville. A seguir os principais registros:

•             O Sindicato reafirmou as suas preocupações e dos trabalhadores com a efetiva garantia do pagamento dos seus direitos, propôs e foi acatado por todos:

– que a empresa apresente os espelhos da rescisão e planilha;

– que o Alphaville mantenha o valor de 88.000 (que o Alpha diz ter da última fatura) retido para garantir o pagamento dos vigilantes;

•             A empresa, através da advogada, tentou desqualificar a própria mediação e a iniciativa do Sindicato, dizendo que era desnecessária e precipitada; que a empresa ainda estava no prazo para pagar; Que estava buscando empréstimo e venda de patrimônio para conseguir pagar; Que não concordava com o bloqueio da fatura de agosto pelo Alphaville e que ainda não tinha os espelhos da rescisão ou o total da dívida.

•             O Alphaville concordou com quase todas as sugestões do Sindicato; disse que os créditos retidos são para garantir os direitos dos trabalhadores;

•             O Procurador do Trabalho determinou que a empresa apresente os espelhos e planilha até a próxima audiência, que ficou marcada para o próximo dia 31/08, às 14h30.

•             A audiência confirmou as preocupações do Sindicato e o acerto em buscar o caminho do MPT;

•             A Advogada da empresa, sempre muito agressiva, admitiu, no final, a falta de recursos para pagar aos vigilantes, dizendo que a empresa poderia procurar os mesmos para parcelar a rescisão ou fazer acordo individual, daqueles que tentou no processo dos colegas da Avon, de 30 prestações (!). 

Por isto, recomendamos a todos: muito cuidado, não assinem nada e não aceitem pressão da empresa.

Mas do que nunca a hora é de união.

Se a empresa cumprir a palavra e repassar os espelho e planilha até esta sexta para o Sindicato, convidaremos a todos para uma reunião logo em seguida para conferencia das informações e outras providencias, conforme já acertado com vocês.

TODOS LIGADOS E MUITA UNIÃO!

Related posts

MANIFESTAÇÃO NA CALOTEIRA SEVMAX (SEVMAFIA) COBRANDO SALARIOS E DIREITOS

Jefferson Fernandes

10 VIGILANTES RECEBEM UM 2º PAGAMENTO DE PROCESSO EM MENOS DE 60 DIAS

Jefferson Fernandes

Em manifestação em frente à SRTE/BA, vigilantes apoiam greve dos AFTs

Jefferson Fernandes