Notícias

Convenção Coletiva de Trabalho para valer até 31 janeiro de 2018

CCT ASSINADA. CCT ASSINADA. AGORA É ZELAR PELO CUMPRIMENTO, VALORIZAR A LUTA E RECONHECER QUEM TEVE CORAGEM DE LUTAR E COMPETENCIA A CONDUZIR A LUTA!

No final desta sexta-feira, dia 7, o Sindvigilantes/Bahia, juntamente com os demais Sindicatos representativos da categoria, assinaram com o Sindicato Patronal a Convenção Coletiva de Trabalho para valer até 31 janeiro de 2018. O texto consolida os quase 6 meses de luta, negociação e a greve de 15 dias que mexeu com a economia no estado e a vida de milhões de pessoas. O texto mantém todos os pontos firmados na Ata de negociações, tanto aquelas realizadas diretamente, como as realizadas no MTE e no MPT, além de garantir todas as conquistas de CCT’s anteriores. E mais importante: aprovadas quase a unanimidade por quase 2 mil vigilantes na porta do MPT ao final da negociação.

O Sindvigilantes  recebeu do Sindicato patronal somente na última segunda-feira, dia 03, uma minuta. Corremos para conferir, analisar com o jurídico e ontem, dia 7, firmamos o documento. Não houve nenhuma demora pelo lado dos trabalhadores, mas dos patrões, sim. Já temos assim a tabela oficial de salário, adicionais e outras variáveis. Na próxima semana a tabela oficial será divulgada.

Assim, fica confirmada as conquistas da nossa greve e os pontos negociados sob a coordenação do MPT:  – Reajuste de 6% a partir de 1º de maio;- Salario de maio e junho podendo ainda ser pago ainda com o piso antigo; – Salario de julho a ser pago com salario já corrigido; – Salario de agosto, idem, incluído as diferenças de maio e junho (salario e alimentação, se for o caso); –  O Ticket refeição/alimentação de julho, já deverá ser paga ou fornecida no dia 1º/7, já corrigida e o desconto na folha de julho já com os 15% e não 20%; – Todos os dias da greve pagos. Compensação, se houver, só na escala. Não há compensação na folga, com hora extra, etc. No mais, cabe comemorar as conquistas: • 15 dias de greve legal, sem desconto, sem punição, sem prejuízo;  • Reajuste acima da inflação, maior que os 5% dos rodoviários; • Ganho no ticket refeição com a elevação de 6% no valor e redução de 5% no desconto (mais de 11% de ganho; • Manutenção intacta da nossa jornada 12/36, sem quebra, sem trabalho na folga ou sem prorrogação; • Manutenção da regra de reciclagem (só em dias uteis), Cesta Básica, Boa Permanência I e II, 51% de prêmio de férias, Adicional Noturno a 35%, Intervalo Intrajornada, adicional noturno até as 7 da manhã, entre outras. Vale lembrar ainda: • Com a nossa luta e a greve derrotamos as propostas indecentes dos patrões (10 reais de aumento e volta da escravidão). • A direção do Sindicato liderou a luta, soube conduzir com sabedoria, priorizando bancos, INSS e outros, além de fazer o inédito ROLEZÃO nos Shoppings. • Quem perdeu: patrões miseráveis e FDP. Pelegos, traidores e amigos dos patrões, que jogaram contra a categoria e tentaram desacreditar o Sindicato e a luta. Valeu! Só quem luta, conquista! SINDVIGILANTES/BA71 3525 6520

Related posts

SindVigilantes participa da 15º Plenária/Congresso Extraordinário e Exclusivo CUT.

Jefferson Fernandes

VIGILANTES EX-MJR / SESAB

Jefferson Fernandes

SOBRE O DÉCIMO TERCEIRO SALARIO E FÉRIAS

Jefferson Fernandes