NOTA DE REPUDIO E PESAR

O crime organizado no Brasil, se não conseguiu, ainda está por desarticular a engrenagem que mantem o conjunto das instituições de poder. A sociedade não depende de maiores explicações para entender e analisar os fatos, sobretudo de violência, que são recorrentes e demonstra o total abandono e o descaso com os cidadãos.

A morte da Vereadora do PSOL, uma militante dos Direitos Humanos, Marielle Franco é uma afronta para com a sociedade brasileira e para com as instituições legalmente constituídas para a preservação da Democracia essas estão, a meu ver, com seus dias contados. Numa condição de repressão por parte das milícias estamos todos de mãos atadas e colocados contra a parede da execução por fuzilamento.

Que a morte da colega e companheira militante de lutas na defesa do povo negro, pobre e espoliado pelo capitalismo não seja mais uma a se tornar estática em números recheados de expectativas midiáticas.

O sindicato dos Vigilantes do Estado da Bahia repudia toda e qualquer forma de violência contra qualquer cidadão e cidadã, sobretudo aqueles (as) que militam na Defesa dos Direitos Humanos e pela igualdade.

Ao mesmo tempo nos solidarizamos aos amigos e familiares da Vereadora pela tragédia ocorrida que culminou com o termino de sua vida.

 

Sindicato dos vigilantes do Estado da Bahia – Sindvigilantes/BA