PAUTA SAFADA NO RIO, ALAGOAS E OUTROS ESTADOS

Quando iniciamos o alerta através dos nossos boletins, reuniões e assembleias que os patrões iam usar a reforma trabalhista ou roubo de direitos para tirar conquistas e direitos dos vigilantes, muita gente continuou cético. Agora, nas negociações em andamento na maioria dos estados, os patrões tem apresentado como resposta a pauta dos trabalhadores uma “pauta safada”. Copias desta proposta, escrita para os colegas do Rio de Janeiro e Alagoas, estão circulando nas redes sociais e estão em poder do nosso Sindicato. É safada porque agride a dignidade dos trabalhadores. Alguns dos itens desta “pauta safada”:

  • Fim do pagamento do feriado na 12/36.
  • Fim do pagamento do intervalo intrajornada na 12/36 (uma hora extra).
  • Fim do pagamento do adicional noturno até as 7h da manhã.
  • Proibir e punir pelo uso de celular no posto.
  • Reajuste salarial zero.
  • Volta da Jornada 12/12, com o fim da 12/36.
  • Em qualquer prorrogação de jornada de até 10 minutos a empresa nada paga.
  • Multa do FGTS no caso de demissão de apenas 20% (hoje são os 40%).
  • Convocação do trabalhador para cumprir jornada nas suas folgas, recebendo apenas um adicional de 50% da hora. Hoje recebe uma hora, mais 50%.
  • Parcelamento do 13º em até 10 vezes.
  • A mulher ficou gravida, afasta-a do trabalho, sem salario, durante toda a gravidez.
  • Contratação de vigilante na jornada intermitente, sem registro na carteira ou clandestino, sem INSS, seguro, etc.

Tem outra tradução para estas propostas senão SAFADEZA PATRONAL ?

vamos ver o que vem de lá. Mas já estamos preparados. Aqui na Bahia não tem lugar para a       “pauta safada”.

“Contra a PAUTA SAFADA  não abro mão do meu Sindicato!”.