PROSEGUR/CORONAVÍRUS EM SALVADOR: COM VIGILANTE CONTAMINADO NA BASE COM 400 PESSOAS E EMPRESA NADA FAZ

O Sindvigilantes protocolou ontem uma denúncia ao MPT-BA contra a Prosegur/Base Cabula –Salvador por não realizar os procedimentos necessários em todos (as) profissionais, cerca de 400 pessoas que atuam naquela base,(pessoal de carro forte, tesouraria, administrativo e guarda da base) após um colega testar positivo para o coronavírus.
Segundo informações que chegou ao Sindicato o Vigilante Motorista contaminado está internado num hospital particular de Salvador.
A empresa deveria já ter providenciado a testagem de todos(as) empregados(as) que atuam na base e seus familiares e realizar a desinfecção de veículos, matérias de toda a Base.
Mas nada fez. Parece que a empresa quer transformar a Base de Salvador em foco do coronavírus, como foi em Eunápolis, com centenas de contaminados e mortos.
Para os espanhóis da Prosegur o lucro é tudo. Nada pela vida.
Queremos providencias e proteção dos trabalhadores.