VIGILANTES EX-MJR / SESAB

NOTICIAS SINDVIGILANTES/BA 25 MAR’ 2018

 ATUALIZAR AS NOTÍCIAS DA LUTA PELO
EMPREGO E DIREITOS E A MOBILIZAÇÃO DA QUARTA, 28 / 03 /2018

A semana passada foi tão intensa na vida dos colegas ex-MJRato/SESAB e da direção
do Sindicato que até a comunicação ficou difícil e só neste final de semana conseguimos
parar um pouco para arrumar as informações para todos. Vamos lá:
I- SALARIO –
– A folha de fevereiro, depois de muita chantagem da empresa, somente foi
entregue no dia da audiência no MPT (19/3). A Sesab afirmou para o
Sindicato que enviou aos bancos na ultima quinta (22) a ordem de
pagamento e os créditos devem estar na conta dos colegas na próxima terça-
feira (27). Ufa!, que sofrimento!;
– Já os 21 dias do salário de março está previsto para entrar na rescisão. A
preocupação é o cumprimento dos prazos acertados no MPT que, aliás,
empresa já furou, como veremos abaixo;

II- RESCISAO – Na audiência do Ministério Publico do Trabalho – MPT ficou
consignado algumas informações e definido o seguinte:
 Dá audiência participaram, pela empresa, entre outros, os “sócios”
Jocicleudo Azevedo e Lutero Oliveira;
 A Sesab admite em ata que possui créditos da MJR no valor de R$
14.508.734,13 (isto mesmo: mais de quatorze milhões). Já a MJRato
afirma também na ata que o credito chega a 18 milhões. Desses valores,
quase 9 milhões está depositado na conta bloqueada da lei anticalote;
 Os prazos para quitação ou pagamento das verbas rescisórias ficou
assim:
– até 23/3 – Empresa entregar ao Sindicato os espelhos rescisórios e
planilha para conferencia (A EMPRESA AINDA NÃO ENTREGOU);
– até 29/3 – Os Sindicato tem até esta data para conferir as rescisões. Se
houver erros, enviar para a empresa fazer a correção;
– 02/4 – Feitas as correções e ajustes ou não havendo erros, o Sindicato
encaminha documentação (planilha e TRCT) a Sesab para iniciar o
processamento do pagamento da rescisão e dos 40% do FGTS;
– até 8 dias, após o recebimento dos documentos do Sindicato, é o prazo
da Sesab para o pagamento na conta dos vigilantes;
– após os pagamentos aos vigiantes a Sesab tem até 15 dias para liberar o
saldo dos créditos a empresa.

III- REDUÇÃO, DESEMPREGO E PROTESTO –

– Com a Guardesecure na Sesab veio também a redução de postos de
trabalho e o desemprego de, pelos menos, 200 colegas e sua substituição por
porteiros mascarados para continuarem na realização de tarefas dos
vigilantes. Um exemplo disso está na própria sede da Sesab, com um
porteiro tomando conta do estacionamento frontal a secretaria (que porta
este porteiro abre ou fecha no estacionamento?);
– Durante a semana procuramos a Guardesecure e a Sesab, que confirmaram
a redução;
– Para reagir a este crime contra a categoria, já na quinta-feira (22) a direção
do Sindicato foi a Assembleia Legislativa e falou diretamente com o ex-
governador e atual Secretário Jaques Wagner e pedindo que intercedesse
pelo emprego dos vigilantes e alertasse ao governador Rui Costa para
não eleger os vigilantes como inimigos;
– Na Assembleia da sexta-feira, 23, aprovamos uma mobilização geral
(vigilantes MJR/SESAB e toda a categoria) e protesto pelo emprego na
próxima quarta-feira, dia 28, às 8h30, com concentração na SESAB, no CAB
– Centro Administrativo.

Além de tudo isto, a semana também foi de negociação da campanha salarial,
assembleias na capital e interior e muitas outras lutas.
A próxima, apesar do feriadão, vai ter luta.
Convocamos todos e todas!
PROTESTO PELO EMPREGO E CONTRA OS ATAQUES DO
GOVERNO DO ESTADO AO EMPREGO E AOS VIGILANTES

DIA 28/3 – QUARTA-FEIRA – ÀS 08H30
EM FRENTE A  SESAB – CAB- CENTRO ADMINISTRATIVO DA BAHIA