VIGILANTES VIPAC/DETRAN: ACORDO PARCIAL E MAIS DE 2 MILHÕES E 600 MIL PARA OS VIGILANTES

Cerca de 40 vigilantes acompanharam o seu Sindicato e testemunharam a luta e a longa audiência de conciliação desta segunda-feira, 02/12, na Justiça do Trabalho para garantir que os seus direitos não fossem caloteados pela vipraga. A longa audiência começou às 14h e terminou quase as 18h.
Apesar da tentativa do Detran de adiar a solução para janeiro, a firmeza do Sindicato e a presença e pressão “inteligente” dos colegas garantiu o fechamento de um acordo parcial que assegura o pagamento de mais de 2.600.000 para os vigilantes Vipac/Detran.
Os presentes foram da capital e de algumas cidades do interior.
Veja os principais pontos do acordo:
• O valor de 2.600.000 será destinado integralmente para o pagamento de todos os direitos dos colegas Vipac/Detran (rescisão, FGTS não depositado, 40% do FGTS, reembolso das reciclagens pagas diretamente e férias vencidas não incluídas na rescisão);
• Detran tem um prazo até o dia 13/12 para depositar na justiça os 2.600 milhões. Com deposito feito, o Sindicato levanta e disponibiliza para os colegas;
• A Vipac ficou de entregar ao Sindicato, até o dia 09, o “kit rescisão” – TRCT, Seguro Desemprego, Carta de Referência e PPP;
• Outra audiência para tratar do saldo remanescente ainda em poder do Detran e o pagamento de quem não era do Detran ficou marcada para 27.01.2020;
• Os espelhos de rescisão e as chaves de conectividade para saque do FGTS estão disponíveis no Sindicato.

Outras informações e orientações serão publicadas nos próximos dias, mas todos os colegas podem acompanhar no site do TRT (www.trt5.jur.br) o andamento do processo. Anote o numero: 0000742.77.2019.5.05.0007.
A juíza da conciliação fez questão de parabenizar o Sindicato e os vigilantes pela luta por seus direitos.
Para a direção do Sindicato, missão e compromisso cumprido:

DEFENDER O DIREITO DOS VIGILANTES, SEM PELEGO E SEM PATRÃO!