Debate sobre o Estatuto da Segurança Privada avança e promete novas oportunidades para vigilantes.

Na última quarta-feira, 27, o presidente do Sindvigilantes Bahia, Paulo Brito, a diretora Cláudia Lúcia e o diretor Demerval participaram de uma importante reunião em Aracaju para debater sobre o Estatuto da Segurança Privada. A capital sergipana foi palco desse encontro que contou com a presença do relator do projeto, Senador Laércio Oliveira, além de vários representantes sindicais do Nordeste, federações e da Confederação Nacional dos Vigilantes.

Durante a reunião, foram discutidos os avanços e impactos que a nova regulamentação trará para o segmento de segurança privada no Brasil. O projeto está em fase avançada e se encaminha para a votação final no Senado Federal. A nova regulamentação promete não apenas modernizar e regulamentar de forma mais eficiente o setor, mas também proporcionar um aumento significativo na empregabilidade dos trabalhadores.

Paulo Brito destacou a importância dessa iniciativa para a categoria, afirmando que “a aprovação do Estatuto da Segurança Privada representará um marco histórico para os vigilantes em todo o Brasil, trazendo mais dignidade e melhores condições de trabalho para os profissionais de segurança.”

A participação ativa de líderes sindicais como Paulo Brito, reafirma o compromisso do Sindvigilantes Bahia em lutar pelos direitos e avanços na regulamentação do trabalho dos vigilantes, visando sempre a melhoria das condições de trabalho e a valorização dos profissionais da área.

Com a aprovação do projeto, a categoria dos vigilantes do Brasil terá uma nova regulamentação que prevê um aumento significativo de empregabilidade, oferecendo mais oportunidades e segurança para os trabalhadores do setor. A expectativa é de que a regulamentação traga benefícios substanciais, impactando positivamente a vida de muitos vigilantes em todo o país.

Compartilhe:
CNPJ: 14.799.068/0001-97 Sindicato dos empregados de empresas de segurança e vigilância do estado da Bahia